Problemas para ajudar na escola

  Como as escolas estão encerrando o ano letivo de 2018, as postagens dos

Link permanente para este artigo: http://clubes.obmep.org.br/blog/2018/12/problemas-para-ajudar-na-escola-2/

Áreas.

Considere o quadrado formado pelos pontos [tex]A[/tex], [tex]B[/tex], [tex]C[/tex] e [tex]D[/tex], de lado medindo [tex]10\;cm[/tex]. Sejam [tex]M[/tex] e [tex]N[/tex] os pontos médios dos lados [tex]\overline{BC}[/tex] e [tex]\overline{CD}[/tex], respectivamente. Construindo os segmentos [tex]\overline{AM}[/tex], [tex]\overline{AN}[/tex] e [tex]\overline{NB}[/tex], dividimos o quadrado em cinco partes, como na figura. Determine a área de cada uma dessas partes. Reúnam seus Clubes …

Continue lendo

Link permanente para este artigo: http://clubes.obmep.org.br/blog/2018/12/areas/

Quantos Triângulos?

Sobre a reta [tex]r[/tex] foram marcados os pontos distintos [tex]A[/tex], [tex]B[/tex], [tex]C[/tex] e [tex]D[/tex], e sobre a reta [tex]s[/tex], concorrente a [tex]r[/tex] no ponto [tex]A[/tex], foram marcados os pontos [tex]F[/tex], [tex]G[/tex], [tex]H[/tex] e [tex]J[/tex]. Determine a quantidade de triângulos que podemos formar com todos esses pontos. Reúnam seus Clubes e tentem resolver o problema. Mas …

Continue lendo

Link permanente para este artigo: http://clubes.obmep.org.br/blog/2018/12/quantos-triangulos/

Parede de Tijolos.

O pedreiro Carlos construiu uma parede de tijolos. Como gosta muito de matemática, decidiu desafiar Pedro, o seu ajudante. Carlos enumerou alguns dos tijolos, como na figura abaixo, e disse a Pedro que os números dos tijolos nas fileiras superiores é obtido pela soma dos números imediatamente abaixo. Ajude Pedro a descobrir os valores de …

Continue lendo

Link permanente para este artigo: http://clubes.obmep.org.br/blog/2018/12/parede-de-tijolos/

Meias soltas em uma gaveta

Uma pessoa descuidada tem oito meias amarelas, seis azuis, quatro verdes e apenas uma vermelha, todas soltas em uma gaveta. Certo dia, com muita pressa, ela pegou na gaveta duas meias, sem olhar a cor delas. Calcular a probabilidade de: (a) As duas meias serem amarelas. (b) As duas meias serem da mesma cor. (c) …

Continue lendo

Link permanente para este artigo: http://clubes.obmep.org.br/blog/2018/11/meias-soltas-em-uma-gaveta/

Um bichinho colorido

Abigail pegou os lápis de cor da sua tia e fez um desenho em uma folha de papel quadriculado por quadradinhos de lados com comprimentos 2 cm. (a) Qual a área do papel que, aproximadamente, será colorida de marrom? (b) Se os olhos do bichinho foram feitos com um disco de diâmetro 2 cm, qual …

Continue lendo

Link permanente para este artigo: http://clubes.obmep.org.br/blog/2018/11/um-bichinho-colorido/

Um logotipo familiar

A família Xiis precisa de um logotipo para a placa que será colocada na fachada de sua loja. O filho mais novo fez o desenho abaixo, a partir de um quadrado de lados medindo 80 cm e de quatro semicírculos, mas precisa comprar tinta para pintá-lo. Qual a medida da área do logotipo que será …

Continue lendo

Link permanente para este artigo: http://clubes.obmep.org.br/blog/2018/11/um-logotipo-familiar/

Guarda-roupa em pé

Matheus comprou um guarda-roupa novo. Como a altura do seu quarto é de 2,45 metros, ele comprou um guarda-roupa que mede 2,4 metros de altura, 3 metros de comprimento e 80 centímetros de profundidade. Matheus conseguirá colocar o guarda-roupa em pé sem que seja preciso desmontá-lo? Reúnam seus Clubes e tentem resolver o problema. Mas …

Continue lendo

Link permanente para este artigo: http://clubes.obmep.org.br/blog/2018/11/guarda-roupa-em-pe/

Marina e suas caixas

Marina tem duas caixas, uma com onze bolas distintas numeradas de 1 a 11 e a outra com quinze bolas, também distintas, numeradas com os 15 números primos menores do que 50. Ela sorteia uma bola de cada caixa. Qual a probabilidade de que o produto dos números das bolas sorteadas seja par? Reúnam seus …

Continue lendo

Link permanente para este artigo: http://clubes.obmep.org.br/blog/2018/11/marina-e-suas-caixas/

A viagem do Antônio

Pelas regras da empresa de cargas, quando não está chovendo, Antônio pode dirigir seu caminhão à uma velocidade máxima de [tex]80\ km/h[/tex] e, na chuva, ele pode dirigir a velocidade máxima de [tex]60\ km/h[/tex]. Certa vez, Antônio começou uma viagem na chuva e, após algumas horas, parou de chover. Considerando que Antônio viajou somente nas …

Continue lendo

Link permanente para este artigo: http://clubes.obmep.org.br/blog/2018/11/a-viagem-do-antonio/