Voltar para Vídeo 003

Resenha_007: Reinventar a roda




Vídeo: Reinventar a roda

Você já parou para pensar por que as rodas das bicicletas são círculos?

     Você deve estar pensando: mas isso é óbvio, se elas não fossem um círculo, a bicicleta não andaria certo?
      E r r a d o ! !
     Em “Reinventar a roda”, mais um vídeo da série “Isto é matemática”, vemos que o círculo não é a única forma geométrica possível para a roda de uma bicicleta!
     O matemático Rogério nos leva a um passeio de bicicleta com muitas moedas, rodas e tampas de esgoto! Sim, isso mesmo! E vemos que há matemática em todos esses objetos, pois, afinal, a matemática está por toda parte, não é mesmo?! Observe ao seu redor, com certeza você verá muita matemática por aí, basta estar atento!
     Peque a sua bicicleta e embarque neste passeio! Quem sabe, depois de algumas pedaladas com o matemático Rogério, você não fique com vontade de “reinventar a roda” também?!

Bom passeio!



Por Andressa Wickert Kreutz
aluna do PIC – OBMEP









Vídeo: Reinventar a Roda
Título da Resenha: Uma Forma Atrevida

     O curta-metragem “Reinventar a Roda” é apresentado pelo professor universitário Rogério Martins que, com seu sotaque português europeu, explica muito bem as relações da circunferência e de outras formas geométricas, o que mostra o quanto a matemática é de fato universal.

     Você já parou para pensar qual o motivo da moeda, da roda de bicicleta e da tampa do bueiro ser redondas? Na verdade, elas não são circulares por mera coincidência, mas sim por uma propriedade até então particular do círculo: ele possui uma largura constante (o diâmetro), diferentemente de outras formas geométricas.

     No caso da bicicleta, é necessária que a distância entre as regiões periféricas e o centro seja sempre a mesma para que ao andar não haja solavancos; já a moeda é para que ao introduzi-la em uma máquina de venda automática, independentemente da posição, ela não encrave; e, por outro lado, a tampa de bueiro é redonda para evitar que ela caia dentro da abertura. Mas seria essa uma propriedade exclusiva das circunferências?

     Não, tanto que já existem rodas de bicicleta e moedas com formatos diferentes e, ainda sim, com tal propriedade. Assista ao vídeo e descubra qual é esta forma tão curiosa que pode sobrevir o círculo.

Bons estudos!



Por Gabriela Rodrigues Andrade
aluna do PIC – OBMEP









Vídeo: Reinventar a Roda
Título da Resenha: A Roda de Outra Forma

      O vídeo Reinventar a Roda, apresentado pelo matemático Rogério Martins e realizado pela SIGMA 3, é o primeiro vídeo da série Isto é Matemática. Ele começa com uma pergunta: O que uma tampa de bueiro, uma moeda e uma roda de bicicleta têm em comum? É muito fácil. Todos são círculos. Mas, por que são círculos? Elas não poderiam ter outro formato? Será que poderíamos Reinventar a Roda?

      Uma característica interessante dos círculos é que independentemente da sua posição, sua largura é a mesma, o diâmetro do círculo, coisa que não acontece em algumas outras formas geométricas como o triângulo e o quadrado. A forma da moeda de 50 pence inglesa e várias outras formas menos conhecidas também tem esta característica. Essa curiosidade não serve apenas para dar formas a moedas. Elas podem ser usadas em engenharia mecânica, e também podem Reinventar a Roda como foi feito por um chinês. Mesmo com as rodas não sendo círculos perfeitos, a bicicleta anda normalmente.

      O vídeo nos mostra que podemos usar a matemática para reinventar as coisas do nosso dia a dia, como por exemplo, a roda. Sempre podemos encontrar meios de modificar as coisas usando conceitos matemáticos. O vídeo é excelente e nos proporciona um imenso aprendizado!



Por Jonas Cassiano Costa
aluno do PIC – OBMEP









Vídeo: Reinventar a Roda

     Reinventar a Roda é o primeiro episódio da série portuguesa Isto é Matemática, produzida pela Sociedade Portuguesa de Matemática. Assim como os outros episódios da série, o professor e matemático Rogério Martins traz temas matemáticos interessantes (e de uma maneira divertida e agradável) para o cotidiano.

     Neste episódio, experimentamos uma ótima explicação para o fato de encontrarmos tantas rodas sendo usadas hoje em dia:
é uma figura de diâmetro constante!

     Também há uma explicação sobre figuras desse tipo sem serem circunferências, construídas a partir de um triângulo regular ou um heptágono regular. (Aliás, polígonos regulares com número ímpar de lados, se não quisermos uma circunferência. Por quê?)

Mais uma opção para aprender matemática . . .



Por Marcantônio Soares Figueiredo
aluno do PIC – OBMEP




Link permanente para este artigo: http://clubes.obmep.org.br/blog/video-3/resenha_007/

2 comentários

  1. Excelente vídeo! Matemática apresentada de forma simples, elegante, clara e útil.!!! Bem escrito, bem realizado, bem apresentado, agradável de seguir!!!!! parabéns…

  2. Eu gostei e um grande avanço na matemática e é mais um aprendizando que eu estou apredendo.

Deixe uma resposta