Voltar para Vídeo 010

Resenha_014: O O efeito Borboleta




Vídeo: O efeito Borboleta
Título da Resenha: Leve um guarda-chuva!

Provavelmente, você já saiu de casa, algum dia, com um “solão” daqueles e, de uma hora para outra, caiu uma pancada de chuva e você acabou voltando todo encharcado, não é mesmo? Por que será que isso ocorre?
Não seria maravilhoso se soubéssemos a previsão do tempo de janeiro do ano que vem, para programar aquela viagem com a família ou aquela excursão com os amigos? Por que então, os meteorologistas só fazem previsões a curto prazo?
No vídeo “O efeito borboleta”, da série Isto é Matemática, vemos o quanto é difícil de prever se vai fazer sol ou chuva daqui a alguns meses e o porquê dessa dificuldade.
Adivinhe como o professor Rogério Martins explica isso para a gente? Usando a nossa linda e adorável matemática, é claro!

Ficou curioso?
Então não deixe de assistir a este vídeo e se deliciar com sistemas caóticos, pêndulos e fractais!

E que tal levar um guarda-chuva na sua mochila para evitar surpresas desagradáveis hein?!



Por Andressa Wickert Kreutz
aluna do PIC – OBMEP









Vídeo: O efeito Borboleta
Título da Resenha: Será que chove?

O exímio episódio “O efeito borboleta” da série Isto é Matemática, produzido pela Sociedade Portuguesa de Matemática, retrata um tema que, além de interessante, é muito apropriado para o contexto cotidiano e matemático. A matemática é rodeada de padrões, sequências e regras universais, o que nos permite prever uma sucessão de eventos antes mesmo que eles ocorram. Entretanto, por que a previsão meteorológica foge a esta norma? Por que não é possível prever o tempo com exatidão, mesmo que seja uma data próxima?
O efeito borboleta sugere que o bater das asas de uma borboleta no Japão possa gerar um tornado do outro lado do mundo, trocando por miúdos, uma sensibilidade nas condições iniciais pode levar a um resultado completamente diferente do esperado. Assim a previsão meteorológica para um futuro um pouco mais distante torna-se inviável, porque, embora possamos chegar a uma tendência climática, vários fatores interferem no que irá acontecer, tornando este um sistema caótico, isto é, sem previsão.
Um pêndulo magnético atraído por imãs colocados na sua base é um exemplo bem atraente pela complexidade de se tentar definir qual a sua posição final. Seria esse exemplo sistema caótico ou previsível, de acordo com a posição inicial. Na busca por respostas, Rogério Martins se depara com fractais, simulações computacionais e até uma tragédia na China (?).

Você irá melhor compreender estes fatos interessantes ao assistir ao curto vídeo
que, entre outras coisas, lhe distrairá e lhe fará rir.

E caso você também esteja preocupado com a previsão meteorológica de sua região, que aparentemente não aponta nenhuma precipitação para os próximos dias, então, pode respirar mais aliviado, sabendo que nada impede de, em “um bater de asas”, a situação ser revertida. . .



Por Gabriela Rodrigues Andrade
aluna do PIC – OBMEP/p>









Vídeo: O efeito Borboleta
Título da Resenha: Previsões do Tempo e Teoria do Caos

O tempo é tão difícil de prever, não é mesmo?

Alguns fenômenos como os eclipses são previstos com anos de antecedência, mas a previsão do tempo é feita com poucos dias de antecedência, e, às vezes, ocorre, inclusive, de estar errada. E por que não conseguimos saber com certeza se vai chover ou fazer sol no fim de semana?

No vídeo O Efeito Borboleta, o matemático Rogério Martins mostra uma das causas da dificuldade de se fazer previsões sobre certos acontecimentos, utilizando uma experiência bem legal com imãs e um pêndulo. Assista ao vídeo para conhecê-la e se divertir aprendendo!

Você conhece a Teoria do Caos, que trata de fenômenos que não podem ser previstos com leis matemáticas? Em O Efeito Borboleta são apresentados alguns bastante interessantes…

Assim, assista ao vídeo e aprenda mais sobre a matemática que está presente em nossas vidas!



Por Jonas Cassiano Costa
aluno do PIC – OBMEP









Vídeo: O efeito Borboleta
Título da Resenha: Matemática no ar

No quarto episódio da série portuguesa *Isto é Matemática*, o professor Rogério Martins nos leva a conhecer um pouco sobre meteorologia ( a ciência da previsão de fenômenos atmosféricos e que usa muita matemática), o Efeito Borboleta (teoria de que o bater das asas de uma borboleta pode provocar um desastre no outro lado do mundo) e a Teoria do Caos. Para isso, ele usa um pêndulo magnético e um fractal (objeto geométrico caracterizado pela repetição de sua imagem dentro de si mesmo).

Quer saber como?
Então não deixe de ver mais este episódio da série!



Por Marcantônio Soares Figueiredo
aluno do PIC – OBMEP









Título da Resenha: Caoticamente caótico
Subtítulo: Pequenas coisas implicam grandes diferenças
Vídeo: O efeito Borboleta
Série “Isto É Matemática” – Sociedade Portuguesa de Matemática

Mais um hilário episódio da série portuguesa “Isto é Matemática”, apresentada pelo matemático e professor Rogério Martins, está disponível no Blog. “O efeito borboleta” pode parecer algo ligado à Botânica ou à Zoologia, mas, como ocorre com frequência nos episódios dessa série, é ligado à Matemática.

A previsão do tempo costuma ser de interesse coletivo, sobretudo nas férias… Descubra até que ponto essa previsão pode ser levada a sério!

Pêndulos, ímãs e borboletas são alguns dos principais personagens do episódio. Como eles se relacionam? Só dá para descobrir assistindo ao interessante vídeo e aproveitando para aprender sobre fractais! Você com certeza se admirará com as grandes mudanças que pequenos detalhes ocasionam (engraçado, isso serve para quase tudo, não?)!

Risadas não faltarão nestes poucos 399 segundos de duração deste episódio.

Conhecimentos, também, você encontrará em abundância!

Clique na telinha e viaje pelo maravilhoso e eclético mundo da matemática!
Quem sabe você não será o próximo pesquisador na área de sistemas caóticos?



Por Noemi Zeraick Monteiro
aluna do PIC – OBMEP




Link permanente para este artigo: http://clubes.obmep.org.br/blog/video-010/resenha_014-o-o-efeito-borboleta/